Paixão pelo futebol

         Abrem-se as cortinas do espetáculo! Prepare o seu coração, a bola vai rolar. Ripa na chulipa e pimba na gorduchinha. É fabuloso este futebol brasileiro. Quantas vitórias consegue pelos gramados do mundo! E o Gloria enaltece as vitórias e os feitos das grandes estrelas da bola pelos gramados do mundo.

         Nas paredes do bar, fotos, flâmulas, bandeiras, brasões. Os mágicos da bola, os escretes de ouro com suas formações históricas. Futebol de ídolos como Pelé, Garrincha, Leônidas da Silva, Ademir Menezes, Djalma Santos, Didi, Zito, Mazzola, Pepe, Vavá, Nilton Santos e tantos outros que realmente deram alegrias aos torcedores brasileiros. Ou ainda de craques como Paulista, Chancão, Pequetito, Tocafundo, Pão Duro e Roberto. Goia, Cisquinho, Ary, Dido e Washington, que integraram o glorioso Atlético Clube Goianiense, campeão de 1944. Um tempo em que os apelidos eram tão sensacionais quantos os dribles e as fintas e os esquemas táticos meros figurantes diante do talento dos heróis em campo.

         Mas o Gloria ressalta também as novas estrelas que abrilhantam e abrilhantaram as quatro linhas nos últimos anos. Os títulos recentes dos clubes mais queridos do Brasil, as conquistas da seleção canarinho... está tudo lá para fazer o torcedor sorrir e chorar.

          No Gloria, futebol é motivo de orgulho, de paixão e das mais acaloradas discussões entre amigos. Mas sem confusão. Futebol, para nós, é diversão, é poesia, é magia é uma caixinha de surpresas que nos faz vibrar, torcer, emocionar.

            Por isso, no Gloria, em dia de jogo, a bola sempre rola nas TVs do bar. Os craques pedem a bola e a turma pede o chopp e os petiscos. O narrador grita (“teeeeeempo e placaaarrr no maior do muuuundoooo”) e a torcida se desespera até soltar o grito de gol engasgado na garganta (“iiiiiiiiii que goooooooolll!”). Vale a vibração, valem os clichês, vale, acima de tudo, a alegria.

Venha torcer com a gente!